Como se locomover na Toscana, qual a melhor soluçao?

Comments (9)

  • dan.digregorio16/04/2012 at 3:35 pm Responder

    Para quem quer viajar na Toscana acho que a escolha melhor seja aluguel de carro. Em comparaçao com preços no Brasil aluguel de carro aqui na Italia é mais barato (mais o meno 300 euros para uma semana de aluguel) e da para ver muitas coisas.

  • Denyse16/04/2012 at 3:35 pm Responder

    Concordo Dan, passei pela Toscana de carro e só por isso, após uma busca sobre o melhor sorvete do mundo, descobrimos San Giminiano, que pra mim é imperdível! Só é preciso tomar cuidado com os locais onde se pode circular de carro dentro de algumas cidades. Em Pisa, por exemplo, recebemos uma multa!

  • FabioSaga16/04/2012 at 3:36 pm Responder

    Ola Denyse – è preciso tomar cuidado com a placa “Zona a Traffico Limitado” que significa que somente carros com autorizaçao do comune (prefeitura) pode circular. Dica de quem tomou mais de 15 multas no primeiro ano dirigindo na Itàlia

  • marconi16/04/2012 at 3:36 pm Responder

    Das cidades da Toscana, em quais é possível entrar com o carro?
    As cidades são: Montepulciano, Montalcino, San Quirico d’Orcia, Pitigliano, Cortona, Arezzo

  • FabioSaga17/04/2012 at 3:36 pm Responder

    Marconi

    Em todas estas cidades voce pode entrar atè o limite do ‘centro històrico’. Explico: o Centro Storico de uma cidade pode ser mais ou menos grande – dependendo do tamanho e da composiçao de uma cidade. Firenze por exemplo tem uma zona a traffico limitado enorme, jà Pitigliano esta zona è bem pequena. Porém voce pode chegar de carro atè o limite do centro storico, deixar o carro no estacionamento (pago, geralmente) e percorrer a pè, entendeu? Abraços!!!

  • marconi17/04/2012 at 3:37 pm Responder

    Outra coisa… eu peguei minha PID aqui no Brasil, só que nela não tem o idioma italiano…
    Será que terei problema por causa disso???
    Vou ficar uns 8 dias com o carro… vou pegá-lo em Fiumicino e irei direto para Assis, de lá para Cortona (conhecer Arezzo e redondezas e, se der tempo, dar uma chegada em San Marino). Depois toca para Pienza (conhecendo algumas cidades pelo caminho de descer no outro dia até Pitigliano). A terceira parada será Siena (Montalcino, San Galgano, San’Antimo, etc…). A última parada de carro será em Greve (conhecer área do Chianti, Colle de Val d’Elsa, Monteriggioni, San Giminiano e Volterra).
    Depois devolverei o carro em Firenze e farei o resto da viagem de trem.
    Será que terei alguma dificuldade em fazer esse roteiro de carro?
    A minha maior dúvida até agora é com relação ao pedágio, mais especificamente como pegar o bilhete…

  • dan.digregorio17/04/2012 at 3:37 pm Responder

    Com PID pode dirigir na Italia tranquilo. O importante é levar sempre junto a CNH tambem.

  • marconi17/04/2012 at 3:37 pm Responder

    Mesmo a PID não sendo traduzida para o italiano?

  • FabioSaga17/04/2012 at 3:38 pm Responder

    Fui conferir a minha antiga PID e realmente nao tem a traduçao para a lingua italiana, de qualquer forma è valida (sempre com a CNH original). Fui parado vààààààààààààààrias vezes e sempre mostrei os dois documentos, sem problemas

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.