Menu

 

Select Location

O Gigante Acordou: manifestações no Rio de Janeiro

Protestos_no_Rio_em_2013

O que você está vendo nos jornais e na TV está realmente acontecendo no Brasil, em muitas cidades, não somente nas grandes capitais. O povo resolveu ir às ruas e manifestar a insatisfação que vive com a forma como o país vem sendo governado.

O grande estopim aconteceu no início do mês com a mudança de tarifa no transporte público, que no Rio foi o acréscimo de 20 centavos (mudando o valor da passagem de R$ 2,75 para R$ 2,95), porém o protesto cresceu e a população entendeu que não eram apenas os 20 centavos que estavam fazendo a diferença, e foi para as ruas exigir reais melhorias na qualidade de vida, saúde e educação, diminuição da violência e principalmente, o fim do desrespeito político (Image Credit: Tânia Rêgo/Agência Brasil).

Às vésperas dos grandes eventos, onde os olhos do mundo estão voltados para o Brasil, a mobilização toma uma enorme proporção e a população adere cada vez mais aos protestos.

Além de tudo o que o brasileiro enfrenta, as obras superfaturadas, estádios construídos em locais que não serão reaproveitados depois, o sucateamento de outras áreas, quando não maquiadas, acordou a população da inércia que viveu durante grande parte da história.

protestos rio 2013

Protestos do dia 18/06/2013 no Rio de Janeiro. Credit: Tomaz Silva/Agência Brasil

Como um dos slogans das manifestações apresenta: “O gigante acordou”. Ontem no Rio de Janeiro mais de 100 mil pessoas fizeram uma enorme passeata no centro da cidade, os paulistas ocuparam a principal avenida da cidade e na capital do país, Brasília, a população tomou toda a área do Congresso Nacional, isso sem falar em todas as outras cidades do país.

Durante toda a semana acontecerão passeatas por todas as cidades, mobilizadas através das redes sociais, rádios e cartazes com a campanha #vemprarua, chamando a população para as ruas para mostrar a sua insatisfação.

Os protestos no Rio de Janeiro estão acontecendo nas áreas centrais e algumas manifestações ocorrendo próximo ao Maracanã em dias de jogos da Copa das Confederações, portanto, a cidade não está parada, o transporte público, lojas e instituições estão funcionando. Você terá escolha de participar ou não do movimento.

Se você está visitando o Rio e pretende participar das manifestações, aí vão algumas dicas:

  • Fique ligado nas redes sociais para saber onde serão os pontos de encontro;
  • Normalmente eles combinam uma cor de roupa. Ontem (17/06) todos foram de branco, na quinta a roupa combinada é Verde e Amarelo;
  • Use sapatos e roupas confortáveis, as passeatas duram em média 4 horas se você quiser acompanhar do início ao fim;
  • Ande em grupo ou, se estiver sozinho, procure um grupo para se juntar;
  • Filme e fotografe bastante, mas não banque o herói e entre em áreas de conflito para fazer a melhor imagem;
  • Cuidado com seus equipamentos eletrônicos e pertences (até nestes momentos existem batedores de carteira);
  • Leia um pouco sobre os protestos antes de ir para as ruas. Entender um pouco do momento histórico que o país está passando pode te ajudar a argumentar e incitar boas discussões sobre o assunto.
  • Apesar das imagens exibidas na imprensa, a grande passeata foi pacífica e sem qualquer ocorrência de vandalismo, violência ou problemas enfrentados pelos manifestantes, porém, existiu o conflito com a polícia em alguns pontos e o vandalismo de alguns manifestantes. Portanto, evite locais que não tenham fácil saída e se o conflito for iniciado se afaste ou procure um abrigo seguro. Não é com violência que a maioria quer fazer história.

Se você está no Rio, mas não pretende participar das manifestações, seguem as dicas:

  • Procure também as redes sociais e saiba os locais que estarão acontecendo as manifestações. Evite os locais e procure saber se o transporte que você está utilizando passa por estas áreas.
  • Se for pegar um táxi, procure se informar antes qual a rota ele irá fazer para que não seja preciso dar uma volta tão grande, pagando uma tarifa absurda ou entrando em área de grande multidão. Uma boa alternativa para os horários de manifestações tem sido o metro.
  • Se for inevitável e você perceber que está em uma área de manifestação (como por exemplo, o Maracanã), procure se afastar, se abrigar ou, no caso, entrar imediatamente no estádio.

Se você está pensando em desistir de vir ao Rio preocupado com as manifestações, não se preocupe! Como havia dito acima, você terá a chance de escolher participar ou não. Os principais pontos de visitação turística estão distantes das manifestações, a polícia está nas ruas nos bairros mais turísticos, principalmente na Zona Sul, tudo está funcionando como normalmente.

Você não precisa ser contra ou a favor. É preciso apenas entender que o país está passando por um momento histórico e que você poderá ter transtornos maiores com trânsito ou algumas ruas fechadas, porém também poderá participar de uma mega passeata cantando o hino e fazer parte da história deste país!

Blog

Seus comentários

You must be Logado para inserir uma avaliação.

Sobre

A nossa missão é ajudar viajantes de língua portuguesa a planejarem as suas viagens selecionando as melhores dicas por quem mora nos seus destinos, com especial atenção as dicas para evitar armadilhas para turistas e segurança.

Dani Ler mais

Contato